Entenda como funciona a abertura de uma empresa

Abrir o próprio negócio e trabalhar de forma independente é um sonho para muitos brasileiros. Entretanto, para garantir o sucesso do seu negócio é preciso entender direitinho como funciona o processo para conseguir abrir a sua própria empresa. Se você está pensando em dar esse passo agora, veja no texto a seguir como funciona a abertura de uma empresa:

Parte 1

Em primeiro lugar, para começar a abertura do seu negócio, é preciso que você tenha reunido uma boa quantidade informações quanto a sua empresa. Esses dados devem ser referentes ao local de abertura da empresa, os funcionários contratados e a meta de vendas iniciais.

Além disso, será preciso que você solicite um comprovante legal de funcionamento de comercial para aquela região. Assim, o seu negócio fica protegido para funcionar. Caso não possa exercer as vendas ali, você terá de encontrar um outro local para o seu estabelecimento.

Também é necessário que você escolha um nome para o seu negócio e o reserve legalmente. Dessa forma, o nome do seu negócio estará garantido e você não terá prolemas com isso.

Parte 2

Tendo feito as exigências básicas iniciais, é hora de pensar nos próximos passos. Será preciso que você redija um documento chamado de contrato social. Neste documento estarão presentes os dados da empresa, dos possíveis sócios e dados do endereço.

Após concluir essa etapa, será a hora de requirir o CNPJ para o seu negócio. Este documento será como a identidade da sua empresa e é fundamental registrar a sua empresa na Junta Comercial.

Depois que já estiver com o número do seu CNPJ em mãos, você poderá solicitar o seu alvará de funcionamento na fiscalização municipal. Vale lembrar que é necessário comprovar o laudo legal de funcionamento pelos bombeiros, a permissão de funcionamento para aquela localidade, o número do CNPJ e o contrato social.

Parte 3

Tendo concluído as duas etapas anteriores, você precisará pensar nos processos para o dia a dia do negócio, como por exemplo, a autorização para emitir nota fiscal. Esta autorização é solicitada geralmente na prefeitura da região de serviço.

O próximo passo é realizar o cadastro estadual da sua empresa. Este cadastro será realizado junto a Secretaria da Fazenda do seu estado, assim você poderá emitir NF-e ou CT-e.

Por último, certifique-se se a sua empresa precisará ou não de um certificado digital. Este documento é emitido pelos órgãos públicos, por isso, esteja atento aos processos necessários.