Projeto de reforma tributária do governo Bolsonaro defendem a simplicação dos impostos

A cobrança de impostos ainda é uma das principais ferramentas da economia do país, por isso, esse aspecto também pode acabar sofrendo algumas mudanças com o Governo Bolsonaro.

De acordo com os projetos oficias apresentados, a Reforma Tributária, como é chamada a proposta de mudança o para os impostos, estará acontecendo esse ano e tem prováveis benefícios a longo prazo, apesar de estar pesando no orçamento do brasileiro.

A Reforma da Previdência já foi colocada em questão e aprovada para a maioria dos senadores, por isso, o Governo passou a investir na proposta de mudança para outras áreas: a Reforma Tributária.

Essa reforma estará relacionada com o funcionamento e alíquota de impostos como o IRPF 2020O Imposto de Renda representa um valor anual e uma declaração de rendimentos tributáveis.

De acordo com algumas pesquisas, o principal problema para os órgãos cobradores é diferenciar o que é prestação de serviço do que é considerado uma posse, por isso, a proposta seria unir os valores.

Sendo assim, a Reforma Tributária nada mais seria do que a união das taxas cobradas, que estariam gerando uma taxa singular denominada Imposto sobre Valor Agregado (IVA).

Vale enfatizar que o dado citado acima diz respeito ao Imposto de Renda para Pessoa Jurídica (IRPJ), no caso destinado as empresas. Mas quem vai cumprir com o IRPF também precisa estar atento as mudanças!

Se você irá cumprir com a tabela IRPF 2020é interessante entender quais são as propostas relacionadas a esse imposto. Bem, em primeiro lugar temos um ponto positivo, que é a promessa de correção do IR pela inflação.

Além disso, o Governo diz pretender aumentar o número de isentos do Imposto de Renda, que representam pessoas inclusas nas condições especiais previstas pela Receita Federal.

Entretanto, um outro lado que deve ser consideração em relação a Reforma Tributária é a proposta de diminuição das deduções do imposto de renda.

As deduções são valores a serem descontados da sua declaração, como por exemplo, os gastos com saúde. E é justamente essa dedução que o Governo visa retirar da declaração do IR, assim como os gastos com a educação, sendo dois aspectos importantes para o cidadão.

Mas o que isso quer dizer em fatos para você? Isto quer dizer que uma vez que as deduções ficarem mais rigorosas, você estará precisando cumprir com um valor maior para a Receita Federal!